quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

CRÓNICAS DO FINGIMENTO



Nandinho, O Animal!


O Nandinho é um pobre animal, disfarçado de gente, que se pavoneia num stand de automóveis como chefe de vendas. Mas é um animal sem esqueleto, mais parecido com um réptil de duas patas e que, de forma ardilosa, serpenteia por entre pessoas de bem. Disfarça a sua proeminente barriga com amplos fatos de marca; calça sapatos engraxados – bem ao estilo de gigolô – de salto alto para que a sua atarracada figura se pareça com um homem. O Nandinho é um putativo ser híbrido que durante o dia parece alguém e à noite, pelas sombras das vielas da vida se embebeda e sacode o cú, em Cantinhos de Boites, com meretrizes reformadas e se diverte em retóricas de “bota-a-baixo”, por entre fétidos arrotos de iscas de bacalhau podre e vinho martelado. Mas o Nandinho tem outro problema: Como não fala como um homem nem ladra como um cão, é difícil percebê-lo. Ainda assim, com algum esforço, os seus vendedores – quantos rapazes de qualidade esse animal já “despachou!” – deliciam-se a ouvi-lo roncar alguma coisa de parecido com palavras:
- Oube lá, ó Quim, aunde bais fazer oije a pruspecção? Tu bê vem o que fazes! Num menganes, pá. Olha que suvo as iscadas e faço queixa ao director!
- Ó palermas, tais de serbiço ao staunde? Bende vem quem entra; num deixaindes ninhum sair sim cumprar; olhainde que eu já cá ando há muito tempo e bocês num menganaindes.
Como o Nandinho não sabe falar português, inscreveu-se num curso de inglês. Mas não é que o animal até teve sucesso? Ao fim de três meses de aulas aparece com um esgar de vitória no focinho e virando-se para a rapaziada (num trejeito amaricado e suspeito) gritou: - IESSE!
- Nandinho, diz um rapaz, já sabes falar inglês?
- Claro men, intom num bês? In três meses já num tá mal. Já sei que tenho a bantage de ter tado em Nobaiorque durante uns anitos mas indassim aprender a dizer iesse in três meses num é pra qualquer um. É difícil é pra bocês, seus navos, purque num nascendes pra isto. Logo, quando tiber cum director, ele bai ficar ispantado… oh, oh, oh!


Próximo episódio: Nandinho, o Animal, em reunião.

2 comentários:

Jorge Nunes disse...

Notável. Aguardo pela reunião.

Carlos disse...

Polémico, audaz e, principalmente, um dedo apontado à podridão de carácter abundantemente espalhada pela sociedade.
Escreva muito.
Um abraço